segunda-feira, 11 de Julho de 2011

Cistite aguda

A infecção da bexiga é muitas vezes provocada por uma bactéria proveniente do exterior, que sobe pela uretra até à bexiga. A infecção é combatida em parte com a expulsão da urina, que expulsa também a bactéria, e em parte por substâncias presentes na urina e na bexiga que são maléficas para a bactéria.

Na mulher, a cistite aguda é relativamente muito comum, provavelmente por causa da uretra mais curta. A infecção é quase sempre provocada por uma bactéria proveniente do intestino.

No homem, a cistite aguda é uma infecção rara, a qual deverá ser examinada por um médico para excluir a possibilidade de existência de uma outra complicação, por exemplo um aumento da próstata.

Depois de esvaziar a bexiga com um cateter, ou depois de uma outra qualquer intervenção na bexiga, existe sempre um risco acrescido de cistite.

Sintomas

A urina pode cheirar mal. Existe dor por cima do osso púbico, e frequentemente, o urinar é doloroso e com a sensação que não se consegue esvaziar a bexiga.

Observações

Na mulher é importante excluir a hipótese de uma gravidez ectópica. Isto pode ser feito fazendo um questionário à paciente e fazendo um teste de gravidez à urina.

Outros tipos de teste à urina podem revelar a presença de uma infecção bacteriana. As fitas de teste detectam em parte a presença de glóbulos brancos (teste aos leucócitos) e em parte a presença de nitritos, os quais são produzidos por certas bactérias. O teste de nitritos não é fiável, pois em 30% dos casos não revela a infecção.

Tratamento

A observação e o tratamento devem ser efectuados em colaboração com o médico.

Deixe o paciente beber o que ele quiser, para que a uretra possa ser molhada intensamente.

Prognóstico

A cistite na mulher normalmente não tem complicações quando tratada com antibióticos. Existe um pequeno risco de pielonefrite, independentemente do sexo
Fonte:
http://portal.ua.pt/projectos/mermaid/infeccoes.htm#uretite%20aguda

Sem comentários:

Enviar um comentário